16/01/2011

Velhos media nos novos media

Vejam, vejam este belo trabalho que o MrSteed anda a fazer sobre a presença das rádios, tv's e imprensa escrita no facebook e no twitter. É só clicar aqui, o texto dele diz tudo e ainda tem está pérola marketingiana 

"Não fazemos milagres e o Vaticano não pensa canonizar o Kotler nos próximos tempos"

10/01/2011

Android com anúncio resposta ao bug no iPhone





Devem ter lido que no dia de ano novo um (novo) bug fez que os despertadores dos iphones não funcionassem.
A google estava atenta.

07/01/2011

Diferente formas de ver a (geo) privacidade

Estava a ler o http://aboutfoursquare.com quando vi esta história

Basicamente um escocês afirmou andar a ser seguido através do foursquare. Onde ele estava aparecia a Stalker. Vai daí, toca a afirmar para todos os lados, os perigos da geolozalização. A polícia também se junta ao pagode "Police, who are currently investigating the cyberstalking case, have warned people to be careful about the the information they put on social networking sites, pointing out that Facebook Places also lets users sign into locations."

Amigos, como bem diz o site. Só existem duas formas de alguém saber, onde eu estou através do foursquare.
  1. Aceitar essa pessoa como amiga. Coisa que pode ser revogada a qualquer momento, basta ir ao site (ou mesmo através das aplicações móveis)
  2. Tweetar o check-in do foursquare, coisa que eu faço.
O que eu vou fazer se começar a ser seguido por uma doida? Ou deixo de fazer ping do foursquare no twitter (ou seja auto-publicação da localização no twitter). Ou protejo a minha conta do twitter apenas para quem eu conheço... Simple as that.

Por fim, geo localização é interessante e seguro. E não falo apenas da coisa e das suas vantagens no marketing. Já me encontrei com amigos, por ver que eles estão perto. Já fui a bares sugeridos por utilizadores de foursquare.E no futuro o próprio site me dirá, quando estiver numa nova cidade, quais as venues que pessoas como eu gostam de ir... Quase como ter um amigo em todas as cidades, que nos diz "vais gostar deste restaurante". Por vezes gostamos da recomendação, outras não.

Pensem no foursquare como o selo do postal (sendo o postal o twitter). Lá, vinha sempre a informação por onde andavam, agora o mundo é global e instantâneo. Os perigos existem e vão continuar a existir. 
Provavelmente muita gente no futuro irá ser roubado (violado, etc) por causa da geo-localização. Mas na minha perspectiva, é a forma moderna de dizer em alta voz, no café, que a nossa casa vai estar vazia durante duas semanas.... porque eu vou de férias. 

No fundo, como sempre foi e vai continuar a ser, é preciso cuidado com o que se diz, quando se diz e a onde se diz.

E para quem não gosta da geo-localização, vejam o video em baixo. A geo-localização e redes sociais são, a parte moderna dos cadernos de viagens (onde se guardavam os bilhetes de comboio e dos museus)

[vimeo http://www.vimeo.com/16474788 w=500&h=283]

Sentado no prédio mais alto do mundo - Burj Khalifa, Dubai

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=zpMW-bk6dW0]

Esta gente é totalmente maluca...

Já agora, podem ver este belo trabalho
[youtube http://www.youtube.com/watch?v=pEK4NZ7zhfA]

e este bando de putos...
[youtube http://www.youtube.com/watch?v=68fJP35FxyQ]

06/01/2011

Wes Anderson e Roman Coppola para Stella Artois


O anúncio co-realizado pelo Wes Anderson com o Roman Coppola para a Stella Artois.




É tão fácil ver aqui Wes. A música, a roupa, o ambiente retro-chic, as cores.

05/01/2011

O meu 2010 virtual

Partindo deste texto lembrei-me de ver como foi o meu ano na web. Apresento aqui só alguns pontos, podia apresentar muitos outros. No texto original ele explica e dá um profundidade ao tema, logo vale bem a pena ler o texto completo.




É tão fácil interpretar, estes dados.... Basta ver em que meses tenho aulas e férias...





Por sorte não faço check-in em em casa, logo é complicado perceberem onde vivo. Mas é facílimo perceber onde passo mais tempo.




Já agora os meus tweets distribuídos por hora e por dia da semana.

A Look at the Future of Starbucks | Novo logo





"As we look forward to Starbucks next chapter, we see a world in which we are a vital part of over 16,000 neighborhoods around the world, in more than 50 countries, forming connections with millions of customers every day in our stores, in grocery aisles, at home and at work. Starbucks will continue to offer the highest-quality coffee, but we will offer other products as well – and while the integrity, quality and consistency of these products must remain true to who we are, our new brand identity will give us the freedom and flexibility to explore innovations and new channels of distribution that will keep us in step with our current customers and build strong connections with new customers."

Cada vez menos logo, cada vez mais imagem de marca.

04/01/2011

Facebook vs. Twitter


facbook vs twitter infographic





É interessante ver que as diferenças demográficas. Especialmente na idade e na formação.

Rubik’s Cube 25th anniversary







Nunca fiquei assim tão colado.... mas quase.

03/01/2011

Calvin and Hobbes e o novo ano




Hobbes tem uma sabedoria única.

Liberdade de imprensa na Hungria acabou


A lápide, escrita em húngaro e repetida nas outras 22 línguas oficiais da União Europeia, enche toda a primeira página do jornal: "A liberdade de imprensa na Hungria acabou". É assim que o Népszabadság, um dos maiores diários de Budapeste, sai hoje para as bancas, pela primeira vez desde a entrada em vigor da nova lei da comunicação social - um diploma sem precedentes na UE, aprovado na exacta altura em que o país assume a presidência dos Vinte e Sete.



Para quem quiser ver a capa (http://nol.hu/kep/508171).

Parece que estamos perante um regresso de um extremismo por toda a Europa. Esta lei, é apenas mais uma.

Posso me enganar, mas muitos lideres europeus devem ter aplaudido, em surdina, esta lei.