03/01/2011

Liberdade de imprensa na Hungria acabou


A lápide, escrita em húngaro e repetida nas outras 22 línguas oficiais da União Europeia, enche toda a primeira página do jornal: "A liberdade de imprensa na Hungria acabou". É assim que o Népszabadság, um dos maiores diários de Budapeste, sai hoje para as bancas, pela primeira vez desde a entrada em vigor da nova lei da comunicação social - um diploma sem precedentes na UE, aprovado na exacta altura em que o país assume a presidência dos Vinte e Sete.



Para quem quiser ver a capa (http://nol.hu/kep/508171).

Parece que estamos perante um regresso de um extremismo por toda a Europa. Esta lei, é apenas mais uma.

Posso me enganar, mas muitos lideres europeus devem ter aplaudido, em surdina, esta lei.