26/09/2011

Limpar o facebook


Na ultima actualização do facebook foram apresentadas várias alterações profundas. O conceito do "timeline" (novo perfil) que já tinha referido no ultimo post. E outra, que me preocupa, a nova barra "news ticker" que muitos já chamam stalker bar. Onde aparecem vários updates secundários e por muitas vezes automáticos dos nossos amigos (como os gostos, mudanças de imagens de perfil, etc)




Esta barra em conjunto com várias aplicações, entre elas vários jornais, vão permitir que sejam partilhados de forma automática o que lemos, o que ouvimos, o que vemos. Acaba-se o botão share ou partilhar. É o conceito, frictionless share. Onde tudo é publicado sem qualquer interacção ou ordem do utilizador.

O problema reside no facto que todos lemos, vemos e ouvimos coisas que não queremos partilhar. Ou porque não achamos relevante na partilha, por vergonha (todos temos os nossos guilty plesures) ou porque não queremos. 
E o problema estende-se além da partilha. Acaba por ser o fim da net anónima. Tudo o que é visualizado na web vai entrar no nosso gráfico social (conceito que agrega todas as nossas interacções na web). Vamos revelar muito mais do que queremos ao facebook e esses dados vão ser vendidos (mesmo que de forma indirecta) a empresas. E vão ser dados que não são simplesmente a nossa localização, idade ou gostos gerais. Mas muito mais... 

Eu comecei a fazer a minha limpeza ao facebook. Do timeline, ando essencialmente a limpar aquelas publicações que não acho relevantes e que não quero que sejam facilmente acessíveis.
Do resto, vou revogar direitos de publicação no meu perfil de quase todas as aplicações. E vou ver, com muita atenção, que informações vou permitir que sejam retirados (via, novamente, aplicações) do meu perfil.
Tudo isto pode ser feito rapidamente nas definições de privacidade.
Por fim, vou tentar começar a usar um browser diferente apenas para navegação no facebook.

Ler mais sobre este assunto aqui 

The Problem With Facebook's New 'Frictionless' Sharing