27/02/2013

Em nome de uma marca, matar outra?


O NYT vai "matar" o Herald Tribune no inicio do Outono, mudando-lhe o nome para The Internacional New York Times.

A justificação faz sentido. A internet aproximou o mundo, e aproximou meios de comunicação. O Público (pelo menos na secção internacional) não concorre apenas com o DN. Concorre com o El Mundo, com o Figaro e com o... New York Times. 

A marca NYT é certamente mais valiosa que a Herald e o seu nome induz confiança. 
Poderá, racionalmente fazer sentido. Mas emocionalmente, para muitos, é simplesmente matar mais um colosso do jornalismo mundial. Pelo menos por agora não está a correr bem:

A seriously bad name. Like when Jif became Cif “@nytimes Herald Tribune to Be Renamed E International New York Times nyti.ms/ZEksc3” — Anita Kapoor (@AnitaKapoor) February 25, 2013  

No more International Herald Tribute, the expat daily rebrands bigstory.ap.org/article/iht-be… via @shervin — Peter Yared (@peteryared) February 26, 2013  

No more sipping espresso on Paris Left Bank w Intl Herald Tribune - new name: The Intl New York Times: apne.ws/YTFteb -RJJ” — Alden Globe (@AldenGlobe) February 26, 2013  

Adieu 'Breathless' and gorgeous Jean Seberg hawking Herald Tribune in Paris. Paper's name is about to go: nyti.ms/W897A9 — Clyde Haberman (@ClydeHaberman) February 25, 2013~


(tweets decaradamente roubado ao Brand Channe)