04/04/2013

Como o exemplo das lojas Apple não funciona por copy paste


Esta notícia é bastante interessante. http://www.theverge.com/2013/4/3/4178554/former-apple-retail-chief-ron-johnson-jc-penney-pay-cut
O responsável pelas lojas da Apple foi trabalhar para CEO da JCPenney. Mas desta vez, ao contrário do que aconteceu com as lojas da apple, não está a dar resultados.


EDIT (09/04/2013 - A empresa já despediu o CEO... http://ir.jcpenney.com/phoenix.zhtml?c=70528&p=irol-secText&TEXT=aHR0cDovL2FwaS50ZW5rd2l6YXJkLmNvbS9maWxpbmcueG1sP2lwYWdlPTg4NDg2OTQmRFNFUT0yJlNFUT0mU1FERVNDPVNFQ1RJT05fRVhISUJJVCZleHA9JnN1YnNpZD01Nw%3d%3d)



Ele fez coisas interessantes, como acabar com vendas com descontos, simplificar os preços e, talvez mais interessante, focalizou a empresa no produto e não no preço. O que é interessante. Mas o drama é que nem sempre funciona.

Nem todos podem ser Apple, algumas marcas devem ser Asus ou Lenovo. E não há nada mau nisso (apenas margens mais baixas)